info
Invista com responsabilidade. A FxPro não é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil e não está envolvida em qualquer ação que possa ser considerada como solicitação de serviços financeiros; Esta página traduzida não é destinada aos residentes brasileiros.Invista com responsabilidade.Invista com responsabilidade.Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro, devido à alavancagem. 75.54% dos investidores de retalho perdem dinheiro com este provedor. Tenha em consideração se compreende como funcionam os CFDs e se está em condições de perder o seu dinheiro.Os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 79.78% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro ao negociarem CFDs e fazerem Apostas em Taxas de Spread com este provedor. Deve ter em consideração se compreende como funcionam os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread e se pode correr o risco de perder o seu dinheiro.
A FxPro não é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil e não está envolvida em qualquer ação que possa ser considerada como solicitação de serviços financeiros; Esta página traduzida não é destinada aos residentes brasileiros.Invista de modo responsável: Negociar CFDs envolve riscos significativos.
Swing Trading - Estratégia Forex

Estratégia Swing Trading

Entre as diversas estratégias de negociação existentes, o swing trading é a melhor estratégia tanto para iniciantes quanto para veteranos no mercado Forex.

O que é?

Swing trading é uma estratégia de posicionamento no mercado financeiro na qual a operação de compra/venda permanece ativa (aberta) por um período de alguns dias a várias semanas e até meses. É uma alternativa intermediária entre o Day Trading (operações com menos de 24 horas de duração) e o Position Trading (operações com meses ou anos de duração). Trata-se de uma abordagem mais conservadora e prudente na qual o swing trader busca se beneficiar de movimentos mais estáveis e duradouros no preço do ativo negociado evitando assim o ruído que afeta consideravelmente as operações de curta duração no mercado Forex.

O operador adepto do swing trading tradicionalmente faz uso de recursos de análise técnica como médias móveis, pontos de suporte e resistência, linhas de tendência, canais, osciladores, price action, técnicas de negociar retrações, etc., para avaliar a trajetória histórica do ativo e, com base nessas referências, projetar aquilo que poderá ser seu comportamento no futuro bem assim os pontos de compra/venda.

O preço de um ativo no mercado financeiro

O preço de um ativo (ações, moedas, etc.) negociado no mercado financeiro tem por característica não se movimentar numa trajetória linear. Ao observar um gráfico de um ativo qualquer o que verificamos é uma oscilação contínua do preço com inúmeros repiques e recortes. Há vezes que percebemos uma direção (tendência) bem definida e há situações em que o preço se comporta como se estivesse preso num patamar (lateralizado / congestionado). Essa oscilação é resultado de uma interação muito complexa e intrincada das diferentes forças que impulsionam o mercado financeiro assim como da atuação dos milhares de operadores que compram e vendem o ativo com base em opiniões e análises que divergem entre si (por exemplo, um swing trader pode estar visualizando uma oportunidade de venda e no mesmo momento um day trader visualizar a oportunidade oposta, isso ocorre pela diferença de perspectiva entre os dois).

Muitos traders percebem essa interação de forças como um cabo-de-guerra contínuo com vendedores numa ponta e compradores na outra. O primeiro grupo acredita que o ativo vai desvalorizar e o outro que irá valorizar. As flutuações do preço a cada instante são uma demonstração de qual partido conseguiu demonstrar maior força naquele momento. Essa flutuação constante do preço por vezes gera aquilo que se convencionou chamar de 'ruído'.

Ruído

É bastante comum que o preço de um ativo passe por certas oscilações erráticas em função de um desequilíbrio temporário nessa disputa entre vendedores e compradores. Há vezes também que a atuação pontual de um participante – entrando ou saindo do ativo – faça com que a cotação flutue de maneira exagerada transmitindo uma informação falsa aos operadores. Essa situação representa um problema especialmente para o trader que faz suas operações em gráficos com escalas temporais menores (1 minuto, 5 minutos, 30 minutos, 1 hora) que são mais facilmente poluídos e afetados por esse ruído. Isso significa que um day trader frequentemente faz análises e inicia operações baseando-se numa informação que não comunica o sentimento real do mercado.

A adoção do swing trading é uma alternativa que permite se afastar desse ruído sempre presente nas escalas temporais menores e obter uma visualização mais ampla e fidedigna do panorama geral do ativo analisado. Os gráficos com escala temporal mais elevada (4 horas, diário, semanal) são muito menos afetados por esse fenômeno.

Vantagens e desvantagens do Swing Trading

VantagensDesvantagens
Operações mais consistentesMenor número de operações
Menor exposição ao ruídoPerda de oportunidades em time frame menores
O swing trader tem um custo menor com spreadTedioso para quem está em busca de fortes emoções
Menos tempo preso à tela acompanhando o mercado (liberdade)
Participar de movimentos de grande amplitude

Tutorial de como começar a negociar utilizando essa estratégia

A estratégia a seguir pode ser aplicada no gráfico diário ou no H4. Trata-se de um setup simples cujo objetivo é detectar e embarcar numa nova tendência e permanecer nela até o seu final. Por se tratar de uma estratégia aplicada ao gráfico diário cujo desenvolvimento é mais lento será necessária alguma paciência (uma virtude do swing trader) aguardando alguns dias/semanas até que o primeiro sinal de compra/venda seja gerado pelo sistema.

No software gráfico de sua preferência adicionar:

  • Média móvel simples (SMA) de 5 períodos
  • Média móvel simples (SMA) de 10 períodos
  • RSI com 9 períodos
  • Estocástico Slow configurado 14, 3, 3.

Sinal de Entrada – Compra

A indicação de compra ocorre quando a média móvel curta (5 períodos) cruzar para cima da média móvel longa (10 períodos). Quando isso ocorrer verificar o RSI e o Estocástico. Se o RSI estiver acima de 50 e o Estocástico estiver abaixo de 80, o sinal de compra dado pelas médias móveis estará confirmado.

Stop Loss: pode ser ajustado 1) no último pivot de baixa antes do cruzamento de entrada ou 2) abaixo de algum suporte bem definido ou ainda 3) num número de pips pré definido.

Sinal de saída: a operação de compra deverá ser encerrada quando a média móvel curta (5 períodos) cruzar para baixo da média móvel longa (10 períodos). Uma alternativa é encerrar a operação ao atingir uma determinada meta de ganho.

Sinal de Entrada – Venda

A indicação de venda ocorre quando a média móvel curta (5 períodos) cruzar para baixo da média móvel longa (10 períodos). Quando isso ocorrer verificar o RSI e o Estocástico. Se o RSI estiver abaixo de 50 e o Estocástico estiver acima de 20, o sinal de compra dado pelas médias móveis estará confirmado.

  • Stop Loss: pode ser ajustado 1) no último pivot de alta antes do cruzamento de entrada ou 2) acima de alguma resistência bem definida ou ainda 3) num número de pips pré definido.
  • Sinal de saída: a operação de venda deverá ser encerrada quando a média móvel curta (5 períodos) cruzar para cima da média móvel longa (10 períodos). Uma alternativa é encerrar a operação ao atingir uma determinada meta de ganho.

Em ambos os casos deve-se esperar o fechamento da vela em que ocorre o cruzamento das médias móveis para então abrir a operação. Ao perceber a possibilidade de um trade já iniciar a verificação de onde vai posicionar o stop loss caso o sinal seja confirmado.

Não se trata de um sistema perfeito e infalível. A ocorrência de insucessos é algo inerente a qualquer sistema de trading. Em função disso, a melhor estratégia é um bom gerenciamento de risco e de capital, utilizando sempre stop loss e definindo o número de lotes que vão ser abertos (o tamanho da operação) em função do percentual máximo de perda aceito em cada operação (1% ou menos por operação é um bom parâmetro).

Esse artigo foi útil?