info
Invista com responsabilidade. Invista com responsabilidade.Invista com responsabilidade.Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro, devido à alavancagem. 78.90% dos investidores de retalho perdem dinheiro com este provedor. Tenha em consideração se compreende como funcionam os CFDs e se está em condições de perder o seu dinheiro.Os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 80.59% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro ao negociarem CFDs e fazerem Apostas em Taxas de Spread com este provedor. Deve ter em consideração se compreende como funcionam os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread e se pode correr o risco de perder o seu dinheiro.
Invista de modo responsável: Negociar CFDs envolve riscos significativos.
Gráfico de Velas - Leitura e Entendendo Gráfico Candlestick de Bolsa

O que é Gráfico de Velas?

Um dos maiores obstáculos dos Traders iniciantes é conseguir interpretar as figuras que aparecem no gráfico. Por isso, após a leitura deste artigo, você aprenderá os 20 principais padrões gráficos para que você seja capaz de interpretar de forma rápida, clara e simples todos os padrões que aparecerem na tela do seu sistema de negociação. Então, preste bastante atenção e faça a leitura do artigo até o fim para que você aprenda tudo que precisa saber para ser capaz de dominar o gráfico de velas.

Quais São os Gráficos Disponíveis nas Corretoras?

Pelo fato da maioria dos traders utilizarem o gráfico de velas, esse acabou se tornando um recurso padrão de qualquer plataforma de mercado. Apenas a nível de curiosidade, vamos citar brevemente os principais tipos de gráficos disponíveis, antes de focarmos no gráfico de velas.

Gráfico de Linha

Como o nome já diz, é um gráfico que se utiliza apenas de uma linha marcando os preços de fechamento de cada período. É uma forma simples e direta de analisar a evolução de um ativo, porém, não oferece muitos recursos. O gráfico de linha é muito útil se você precisa ter outros ativos, na sua tela de operações, para que sirvam, simplesmente, como referência. Por exemplo, se você está operando uma ação na bolsa de valores, você pode colocar um gráfico de linha, do índice daquela bolsa, para rapidamente saber se o mercado está subindo ou descendo no dia.

Gráfico de Barras

Esse gráfico traz um pouco mais informações em comparação ao gráfico de linha pois, além do preço de fechamento ele também indica: o preço de abertura, a máxima e a mínima do período. É bem parecido com gráfico de velas porém, não possui a diferenciação de cores entre velas de alta e de baixa. Mesmo sem essa diferenciação de cores, esse é um tipo de gráfico muito utilizado ainda hoje.

Gráfico de Ponto e Figura

Esse tipo de gráfico não é tão utilizado quanto os demais, mas vale a pena mencionarmos. No Gráfico de Ponto e Figura, geralmente se desconsidera a evolução do tempo e marca-se apenas a evolução do preço do ativo em questão. Esse gráfico trata-se de uma tela quadriculada onde são escritos 0 e X, onde o círculo representa a baixa no preço e o xis representa a alta do preço. Apesar de não ser muito comum, esse tipo de gráfico é excelente para identificar reversões de mercado.

Gráfico de Renko

A palavra renko, também de origem japonesa, significa tijolo. Assim como no gráfico de ponto e figura, no gráfico de renko o tempo é desconsiderado, marcando-se apenas as variações no preço do ativo. Cada vez que o preço ultrapaça a máxima ou a mínima do tijolo anterior, um novo tijolo é formado. Esse é um tipo de gráfico muito adotado por traders do mundo inteiro, pois ele combina as vantagens do gráfico de velas (com a separação de cores), e as vantagens do gráfico de ponto e figura (que facilita a identificação de rompimentos e reversões de mercado).

Teste seus
conhecimentos
agora!

De Onde Veio o Gráfico de Velas?

O gráfico de velas japonesas (candlestick, em inglês) é, sem dúvida, o mais utilizado na análise técnica, atualmente, em todo o planeta. Sua origem se dá no século 17, quando negociadores de arroz no Japão começaram a utilizar esse tipo de gráfico para marcar a movimentação dos preços, diariamente, no mercado local de arroz.

O gráfico de velas possui as mesmas marcações que o gráfico de barras: Preço da abertura, valor máximo, valor mínimo e preço de fechamento. No gráfico de velas, quando o preço de fechamento dizemos que se trata de uma vela de baixa, e quando o preço de fechamento é superior ao preço de abertura dizemos que se trata de uma vela de alta.

E é comum utilizar cores diferentes para identificar se uma vela é de alta ou de baixa, geralmente utiliza-se as cores: verde, azul ou branco para velas de alta; e preto ou vermelho, para velas de baixo. Mas a maioria das plataformas de mercado permitem que o operador tenha a liberdade para definir as cores que prefere.

Por que Usar Um Gráfico de Velas?

Como gráficos são ferramentas visuais, é muito mais vantajoso utilizar um gráfico de velas japonesas do que simplesmente um gráfico de barras, pois torna-se mais fácil de reconhecer padrões.

Como o gráfico de velas é colorido, fica mais simples de perceber as movimentações do mercado. Pois, uma sequência de velas verdes é facilmente identificável como uma movimentação de alta no ativo e, de forma contrária, uma sequência de velas vermelhas é facilmente identificável como uma movimentação de baixa no ativo.

Além disso, a maioria dos materiais educacionais (livros, cursos, etc) utilizam-se do gráfico de velas japonesas. Sendo assim, recomendamos fortemente que você aprenda e utilize justamente esse tipo de gráfico para que tenha mais recursos durante o período de aprendizado e nas suas operações.

Detalhes dos Gráficos de Vela

No gráfico de velas japonesas, cada candle possui duas partes importantes: corpo e pavio. O corpo é a parte mais larga e colorida, formada entre o preço de abertura e de fechamento, já o pavio é a linha fina vertical formada entre as máximas, mínimas e o corpo.

Os 20 Padrões Mais Importantes dos Gráficos de Velas

Ao longo do tempo, os analistas gráficos perceberam que existem determinados padrões de velas japonesas, que demonstravam comportamento dos preços dos ativos no passado e poderiam ser utilizados para previsão dos movimentos do ativo no futuro. Surgindo, assim, os padrões de candlestick. Vamos ver abaixo os principais padrões de velas japonesas que existem:

Doji

O doji, nada mais é do quê, uma vela sem corpo. Ele simboliza um equilíbrio entre compradores e vendedores, pois o preço de abertura é igual ao preço de fechamento e isso Indica uma possível reversão de tendência.

Libélula (Dragon Fly Doji)

É um tipo de Doji onde o preço da abertura, da máxima e do fechamento são exatamente iguais. Ou seja, é uma vela sem corpo. Essa figura simboliza uma possível reversão de tendência. Sempre que temos o preço de abertura igual preço de fechamento, sabemos que houve bastante briga entre compradores e vendedores.

Lápide (Gravestone Doji)

É exatamente o contrário do padrão libélula, ou seja, uma doji onde o preço de abertura, mínima e fechamento são iguais. Essa figura, também, simboliza uma possível reversão de tendência.

Bebê Abandonado (Abandoned Baby)

Esse é um tipo de padrão de reversão muito raro que consiste, basicamente, em um GAP de uma doji seguido de outro GAP, em direção oposta. Não é necessário que as sombras da doji estejam dentro do GAP do dia anterior ou do dia posterior.

Tempestade (Dark Cloud Cover)

Esse é um padrão de reversão baixista de uma tendência de alta. Nela, o dia seguinte abriu em uma nova máxima acima do fechamento do dia anterior e, depois, o fechamento ocorreu abaixo da metade do corpo do dia anterior.

Mulher Grávida (Harami)

Esse é um padrão que acontece em dois dias e possui uma vela com corpo pequeno, ou um doji, dentro da amplitude do corpo da vela anterior, e com cor diferente.

Dia Longo (Long Day)

Esse é um padrão onde a vela do primeiro dia possui um corpo bem longo, com uma boa distância entre o preço de abertura e o preço de fechamento. Geralmente, neste padrão, a vela do dia seguinte também é bem grande, porém, em sentido contrário a vela anterior.

Dia Curto (Short Day)

Esse padrão é caracterizado por uma vela com corpo muito pequeno que sinaliza indecisão e uma possível reversão do mercado. É o contrário do padrão dia longo.

Doji com Sombras Longas (long-Legged Doji)

Esso é um padrão formado por velas onde os pavios superiores e inferiores são bem grandes e o preço de abertura e fechamento estão bem próximos. Esse é um padrão clássico que demonstra indecisão dos Traders.

Sombras Longas (Long Shadows)

Esse é um padrão onde existe uma vela com um pavio muito comprido e o outro muito curto. Quando o pavio superior é muito maior do que o pavio inferior, indica que os vendedores dominaram a sessão. Quando o pavio inferior é muito maior do que o pavio superior, indica que os compradores dominaram a sessão.

Marubozu

É uma vela que possui apenas corpo e não possui pavio. É um forte indicativo de tendência de mercado. Geralmente, esse padrão é utilizada para confirmar uma tendência de alta ou de baixa.

Estrela da Manhã (Morning Star)

Esse é um padrão altista de 3 dias onde, a tendência de baixa continua com uma vela grande preta. No dia seguinte, o mercado abre embaixo, opera em amplitude bem pequena e fecha formando uma vela de corpo pequeno. No dia seguinte, o mercado fecha acima da metade do corpo da vela do primeiro dia.

Estrela Cadente (Shooting Star)

Esse padrão acontece em uma tendência de alta. Basicamente, a vela do dia abre acima da máxima da vela do dia anterior, sobe um pouco mais e, depois, fecha perto da abertura.

Padrão Perfurante (Piercing Line)

Padrão de reversão altista de 2 dias. No primeiro dia, a vela forma um grande corpo negro em tendência de queda e, no dia seguinte, o preço abre abaixo da mínima anterior e fecha acima do meio do corpo da vela do dia anterior.

Peão (Spinning Top)

Esse padrão é composto por uma vela com corpo bem pequeno e com pavios maiores do que o corpo, o que simboliza a indecisão entre compradores e vendedores e uma possível reversão de tendência no mercado.

Estrelas

O padrão de estrelas é formado, geralmente, por uma vela que forma um GAP em relação a vela anterior. Esse GAP pode ser acima ou abaixo da vela anterior.

Vela Prensada (Stick Sandwich)

Esse é um padrão de reversão onde duas velas pretas estão cercando um corpo branco. É necessário que o preço de fechamento das duas velas pretas sejam iguais. Isso forma um preço de suporte que traz uma boa oportunidade de reversão no mercado.

Três Corvos Pretos (Three Black Crows)

Esse é um padrão de reversão baixista que possui três velas consecutivas com corpo preto, onde cada uma delas fecha abaixo da mínima da vela anterior, mas a abertura fica dentro do corpo da vela anterior.

Três Soldados Brancos (Three White Soldiers)

Esse é um padrão de reversão altista que é justamente o inverso dos três corvos pretos. Nesse padrão, ocorrem três velas brancas consecutivas, onde cada uma fecha acima da máxima da vela anterior, mas a abertura fica dentro do corpo da vela anterior.

Pinças (Tweezers)

As pinças são duas ou mais velas com a mesma máxima ou mínima. As pinças de topo acontecem quando as duas máximas das velas são semelhantes após uma sequência de alta. Por outro lado, as pinças de fundo acontecem quando as duas mínimas das velas são semelhantes após uma sequência de baixa.

Conclusão

Agora, após a leitura deste artigo, você está apto a identificar os principais padrões de velas japonesas (candles) em qualquer mercado: bolsa de valores, mercado futuro, opções, forex, etc.

Como forma de exercício, abra sua plataforma de mercado e tente identificar cada padrão de velas em diferentes períodos de tempo. Dessa forma, seu cérebro ficará treinando a identificar os padrões de forma muito mais rápida e precisa. Não existe atalho, para ser capaz de identificar os padrões de candlesticks de forma profissional é necessário bastante treino e dedicação.

Teste seus
conhecimentos
agora!
Esse artigo foi útil?