info
Invista com responsabilidade. A FxPro não é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil e não está envolvida em qualquer ação que possa ser considerada como solicitação de serviços financeiros; Esta página traduzida não é destinada aos residentes brasileiros.Invista com responsabilidade.Invista com responsabilidade.Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro, devido à alavancagem. 75.54% dos investidores de retalho perdem dinheiro com este provedor. Tenha em consideração se compreende como funcionam os CFDs e se está em condições de perder o seu dinheiro.Os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 79.78% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro ao negociarem CFDs e fazerem Apostas em Taxas de Spread com este provedor. Deve ter em consideração se compreende como funcionam os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread e se pode correr o risco de perder o seu dinheiro.
A FxPro não é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil e não está envolvida em qualquer ação que possa ser considerada como solicitação de serviços financeiros; Esta página traduzida não é destinada aos residentes brasileiros.Invista de modo responsável: Negociar CFDs envolve riscos significativos.
Educação Financeira pessoal: o que é, sua importância, dicas

O que é Educação Financeira?

Muito se fala sobre a educação financeira, mas você sabe o que é de fato, ou ainda melhor entende realmente sua real importância?

No artigo de hoje vamos responder a essas perguntas e te dar dicas para ter sucesso nesta área!

O que é?

O que você entende sobre o assunto? A grande maioria associa a economizar dinheiro, e com isso se precipitando sobre seu real significado.

Essa temática aborda a forma como entendemos o dinheiro e as demais informações que estão relacionadas a ele.

A intenção principal da educação financeira é fazer com que a pessoa passe a ser consciente sobre as decisões que estão relacionadas ao dinheiro, que consiga entender todos os riscos e oportunidades que podem vir a ocorrer após suas ações.

É vital que você busque por se educar no que diz respeito ao assunto, como forma de agregar segurança para sua vida.

Você pode perceber que a maioria das pessoas que hoje são bem sucedidas estão sempre atentas ao controle financeiro, a maioria possuem uma educação financeira sobre o assunto, exemplar, por isso são bem sucedidas.

E veja bem, não sei o que você entende por “pessoa bem sucedida”, mas não quero dizer apenas sobre as pessoas “ricas”, e sim todas aquelas que possuem equilíbrio em suas finanças.

Você não precisa ser rico para buscar se aprofundar no assunto, muito pelo contrário, pessoas de todas as faixas de renda deveriam buscar se aprofundar no assunto. Isso sem dúvida, garantiria muito mais qualidade de vida e tranquilidade para as famílias brasileiras.

Por que isso é importante?

Você é do tipo de pessoa que compra ou já comprou em algum momento algo por impulso, e depois se arrependeu porque gastou o que não devia? Já passou algum mês imaginando:

  • “Porque gastei tanto?”
  • “Devia ter guardado aquele dinheiro...”

Ou quem sabe já até comprou alguma coisa e depois pensou: “Pra que eu comprei isso?”

Pois é, essa infelizmente é a realidade de grande parte dos brasileiros! Seria incrível viver em um mundo onde as pessoas tivessem consciência sobre quanto ganham e quanto devem gastar, mas isso está longe de se tornar real.

É comum ver pessoas que possuem uma situação financeira confortável, mas cheias de dívidas, é exatamente por isso que a educação financeira pessoal é fundamental!

Na minha opinião o grande culpado desta situação é o tabu que criamos em relação ao dinheiro. Quando falamos sobre ele, falamos apenas em termos de dificuldade, quando na verdade deveríamos falar sobre ele antes, para ensinar a não entrar em dificuldades.

Esse é um assunto que deve ser abordado desde a infância, não para ensinar ambição, lucros ou algo do tipo, mas para ensinar como se manter ao longo da vida seguro e protegido.

Afinal, se você sabe como administrar suas finanças, tem chances remotas de passar por dificuldades relacionadas ao assunto no futuro.

O que é segurança, independência e liberdade?

Aqui está uma confusão que acontece de forma recorrente, definir segurança, independência e liberdade como uma coisa apenas.

Para esclarecer, separei os conceitos sobre cada uma abaixo, veja:

Segurança Financeira

Ter segurança é o sonho de praticamente todos os brasileiros, já que trata-se da segurança em saber que existe uma quantia suficiente para que você não passe por dificuldades.

Isso não quer dizer que você ficou rico, mas sim, que conseguiu acumular uma quantia que lhe permite ter tranquilidade em meio a situações inesperadas ou desejos como uma viagem sem precisar planejar por anos, por exemplo.

Independência Financeira

Aqui você tem a conquista de um patrimônio que te permite viver sobre sua renda. Ou seja, imagine que todos os investimentos feitos ou acumulados ao longo da vida, atingiram um ponto que são suficientes para suas despesas mensais.

Isso quer dizer que você passa a não depender de um salário por exemplo, já que o valor acumulado não só consegue cobrir suas despesas mensais.

Liberdade Financeira

Neste estágio, a pessoa alcançou um outro patamar na vida, já que pode realizar transações relacionadas ao dinheiro com uma tranquilidade maior (claro, que sempre com cautela e segurança).

Aqui a pessoa, passa a não se preocupar tanto com a temática, já que suas finanças estão em ordem e tem uma quantia acumulada, que lhe permite não se preocupar tanto com dinheiro.

Ao atingir sua liberdade você passa a se preocupar mais com sua vida, por exemplo: Pode decidir por mudar de profissão e trabalhar com o que gosta, sem impactar em suas finanças.

Como melhorar? Dicas e conselhos

Não adianta apenas entender o que é educação financeira se você não a coloca em prática, certo? É exatamente por isso, que listei algumas dicas que podem te ajudar a progredir no quesito finanças, veja:

  • Sempre que houver lucro, invista.
  • Defina um valor mensal para aplicar;
  • Estipule metas;
  • Não tenha pressa de alcançá-las, e vá um degrau de cada vez;
  • Defina objetivos de curto, médio e longo prazo;
  • Tenha uma reserva para imprevistos financeiros;
  • Estude sobre o assunto;
  • Aprenda sobre o mercado financeiro e como investir.

Livros sobre o tema

Agora que você entendeu o que é, sua importância e como pode executar a educação financeira em sua vida, separei algumas dicas de livros que podem te ajudar nesse processo, confira!

Me poupe! - Nathalia Arcuri

Me poupe! - Nathalia Arcuri

Um livro para quem quer passar a ter uma vida mais tranquila, sem passar pelas dificuldades do dia a dia, típicas da maioria dos brasileiros.

Pai rico, Pai pobre - Robert T. Kiyosaki

Pai rico, Pai pobre - Robert T. Kiyosaki

Neste livro o autor é drástico e direto ao expor a realidade de que a forma como você educa seu filho, define o grau ou tipo de sucesso que ele terá, vale a pena a leitura!

O investidor inteligente - Benjamin Graham

O investidor inteligente - Benjamin Graham

Esse livro foi escrito por um dos maiores consultores de investimentos do século XX, que lhe ensinará como investir de forma correta e evitar os erros frequentes.

Ao seguir os ensinamentos aqui compartilhados, tenho certeza que as mudanças serão notórias em pouco tempo!

Esse artigo foi útil?