info
Invista com responsabilidade. A FxPro não é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil e não está envolvida em qualquer ação que possa ser considerada como solicitação de serviços financeiros; Esta página traduzida não é destinada aos residentes brasileiros.Invista com responsabilidade.Invista com responsabilidade.Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro, devido à alavancagem. 70.25% dos investidores de retalho perdem dinheiro com este provedor. Tenha em consideração se compreende como funcionam os CFDs e se está em condições de perder o seu dinheiro.Os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 75.56% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro ao negociarem CFDs e fazerem Apostas em Taxas de Spread com este provedor. Deve ter em consideração se compreende como funcionam os CFDs e as Apostas em Taxas de Spread e se pode correr o risco de perder o seu dinheiro.
A FxPro não é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários do Brasil e não está envolvida em qualquer ação que possa ser considerada como solicitação de serviços financeiros; Esta página traduzida não é destinada aos residentes brasileiros.Invista de modo responsável: Negociar CFDs envolve riscos significativos.
Análise Técnica de Ações - O que é, como funciona e Guia de Análise

Completo Guia de Análise Técnica de Ações

A análise técnica de ações é provavelmente a ferramenta mais importante na verificação da lucratividade a curto prazo para investimentos na bolsa. Ela permite que o investidor tenha realmente uma perspectiva técnica relacionada às suas ações na bolsa.

Guia Completo de Análise Técnica de Ações

Neste texto abordaremos o assunto de forma completa: a análise técnica de ações. Esse tipo de análise é o método ideal caso o investidor esteja buscando oportunidades com perspectivas de lucro a curto prazo.

Durante a leitura desde artigo, você aprenderá sobre os indicadores fundamentais para identificação das oportunidades ideais de operação na bolsa com a análise técnica. Além disso, veremos também como funciona a análise gráfica de ações e as principais vantagens desse método.

A seguir abordaremos os seguintes assuntos:

  • O que é análise técnica (em ações)?
  • A análise técnica realmente funciona?
  • A história da análise técnica. Como o método surgiu?
  • Os fundamentos da análise técnica e seus principais conceitos.
  • Diferença entre análise técnica e análise fundamental.
  • Como utilizar os gráficos e indicadores na análise técnica?
  • Termos gráficos e indicadores: linhas de tendências, candlestick, gaps, volume, média de mudança, suporte e resistência. Como utilizar esses indicadores e essas técnicas.
  • Dicas de análise técnica para iniciantes.

O que é análise técnica (em ações)?

Caso você esteja procurando uma ferramenta analítica poderosa a curto prazo para avaliar ações, definitivamente será necessário conhecer esse tipo de análise.

Conceito de análise técnica

A análise técnica de ações também pode ser identificada como a análise gráfica no mercado financeiro. Ela serve para apontar um cenário provável de acontecimentos através do preço das ações a partir de um período de tempo.

Esse tipo de análise é muito interessante a curto prazo porque baseia-se no centro dos resultados de qualquer mercado. Resumidamente, na lei mais básica da economia de oferta e procura.

Exemplificando

Caso o preço de uma ação esteja a 11 reais no mercado financeiro, isso significará que o vendedor já encontrou um comprador para esse valor. Esta é uma simples lei do mercado que reflete a relação de compra e venda de uma ação.

Se a demanda aumentar o valor da ação também aumentará

Se a quantidade de compradores para as ações aumentar, consequentemente diminuirá a oferta. Um resultado inevitável é que o preço tenderá a subir. Se o contrário ocorrer, ou seja, a quantidade de ações aumentar em relação à procura o valor dessas diminuirá.

Uma outra consideração

Na realização desse tipo de análise de ações, considera-se também os aspectos subjetivos e humanos. Sabemos que as pessoas tendem a comportarem-se de acordo com tendências. Resumidamente a análise técnica busca identificar essas probabilidades envolvidas em padrões de comportamento.

Baseando-se em probabilidades estatísticas

A técnica simplesmente consistirá em usar de análises de padrões e também tendências no comportamento de vendedores e compradores de ações. Essa técnica visará entender cenários mais prováveis para uma perspectiva de futuro mais próxima através da probabilidade estatísticas em diversas formas de análise.

A probabilidade estatística é usada como base de análise

Na análise gráfica de ações, apesar de haver uma tendência sempre à verificação das tendências a curto prazo a estatística pode ser usada como base para outros tipos de tomada de decisões.

A análise estatística de tendências no mercado de ações é muito importante para balizar as decisões de investidores. Através dessas análises serão criados indicadores, podendo-se observar diversos padrões e tendências que serão muito importantes para uma real observação do cenário realista.

As decisões são pautadas na interação entre compradores e vendedores

Como falamos acima, a análise técnica estudará a interação entre demanda e oferta no mercado de ações. Através dos dados obtidos com os indicadores da análise técnica será possível obter cenários probabilísticos muito bons para pautar decisões de investimento a curto prazo.

A análise técnica realmente funciona?

As respostas para essa questão também são um pouco mais complexas do que um sim e um não. Como muitas decisões de investimento, a técnica será importante para basear e dar uma direção sobre as melhores decisões a serem tomadas naquele momento.

Portanto, não é uma questão de funcionar ou não, mas de ajuda para ter indicadores analíticos gráficos e técnicos que realmente pautem as decisões. Para isso, as análises gráficas ou técnicas realmente funcionarão para o investidor.

Vamos elaborar um pouco mais

Analisando um Book de Ofertas de um Home Broker, você conseguirá ver de um lado os compradores e de outro os interessados em vender ações. A partir de um Book de ofertas por exemplo, você poderá visualizar mais claramente a importância da análise gráfica de ações.

O que realmente importará para que o comprador tome sua decisão serão esses dados claros e objetivos. Nesse momento as questões de macroeconomia, a situação de um país em relação à queda ou alta da bolsa ficarão em segundo plano.

É importante focalizar em dados simples e objetivos

Durante a análise técnica são considerados principalmente dados mais claros que podem ser visualizados através de tabelas, gráficos ou perspectivas de análise mais simplificadas.

Mas afinal esse tipo de análise, apesar de simples pode ser considerado válido? Com certeza, porque são usados os gráficos de ações, tabelas de preços com um prazo curto estabelecido, etc. Vejamos adiante os princípios básicos da preparação de uma análise gráfica de ações.

Princípios fundamentais da análise técnica e gráfica de ações

  • Resistência e suporte das tendências ao longo de determinado período. Esse indicador pode indicar uma tendência de alta ou queda, além de estabilização de determinada ação.
  • Tendências do mercado financeiro. As análises pautadas nas tendências são muito importantes porque derivam de uma direção sobre o preço de uma ação.
  • Análise por volume é um tipo de verificação estatística da quantidade de ações negociadas em um período de tempo especificamente escolhido.
  • Agressividade dos compradores e dos vendedores. O valor da ação, quando estiver em declínio, tende a ter maior índice de agressividade. Ou seja, mais pessoas terão interesse em comprar para talvez futuramente vender com um valor de lucratividade.
  • Gráficos de preços que indicam as oscilações do valor de determinadas ações pelas quais os investidores podem ter interesse ao longo de um período breve de tempo.
  • Medições quantitativas sobre a condição econômica da empresa. Indicadores que medem esses fatores serão muito importantes também para que você possa traçar planos de lucratividade e analisar perspectivas a curto prazo.

Um dos métodos mais usados pelos analistas financeiros

Essa modalidade de análise de ações do mercado financeiro, por ser excelente a curto prazo é muito utilizada. Na verdade, parece que tanto o método de análise gráfica quanto a própria estrutura do mercado financeiro parecem fluir muito bem entre si. Isso porque tanto o próprio mercado de ações quanto esse tipo de análise são mesmo muito dinâmicos e criados para gerar lucros a curto prazo.

Ela pode ser usada para tendências mais extensas como a médio e longo prazo

Mesmo que esse tipo de análise seja predominantemente utilizado para a medição das tendências e das possibilidades de lucratividade no mercado de ações a curto prazo, pode também ser usado para análises de cronograma mais extensos.

A análise técnica ou gráfica é utilizada por traders profissionais para investimento em todos os tipos de ações. Basicamente, o rastreio de oferta e demanda é utilizado também para uma análise microeconômica e também na tomada de decisão de compra de ações.

A história da análise técnica. Como o método surgiu?

O histórico desse tipo de análise é muito interessante. Os primeiros registros oficiais foram identificados em mercados de arroz no Japão logo no século XVIII. No entanto, análise gráfica começou a se destacar com técnica de análise para o mercado de ações durante a década de 80. Porém a análise gráfica não constitui na única modalidade de análise técnica.

Resumidamente, as análises gráficas e técnicas começaram a ser usadas a partir do século XVIII de acordo com documentos históricos. Não se sabe ao certo se realmente essa modalidade analítica foi usada anteriormente. Além disso, ela foi ganhando espaço como método para tendências do mercado financeiro a curto prazo a partir dos anos 80.

O surgimento dos Home Brokers com sistemas computacionais e a popularização da Internet também ajudaram a tornar esse tipo de análise muito utilizada. Há até sistemas que permitem uma análise de diversos indicadores e variáveis de análise gráfica e técnica de forma automática com exibição de resultados importantes para decisões.

Os métodos usados no passado

Os métodos de análise gráfica sobre os quais vamos falar adiante foram anteriores ao processo de informatização. Porém eram formas muito utilizadas nas bolsas de valores para a realização da análise técnica.

Método Tape Reading (Fita)

Essa técnica foi muito utilizada até a metade da década de 60 e consistia na leitura de informações como:

  • Velocidade de fluxo.
  • Condições das ordens de negociação.
  • Lances para compra e venda.

Há outros indicadores também que eram usados no método tape reading. Ele é chamado de tape reading porque chegava às corretoras de valores e escritórios na forma de uma fita. Era um tipo de tecnologia parecida com o telex que tinha uma fita de papel perfurada e tempos depois começou a ser impressa.

Esse sistema acabou caindo em desuso após o surgimento das tecnologias de painéis eletrônicos. Os mostradores de fita continham somente os indicadores de preço e volume das ações, portanto os painéis acabaram sendo formas que além de mais modernas continham informações mais completas.

O quadro de cotações

Essa é uma forma de análise usada com a interpretação de dados constantes através de Quadros de Cotações. Esses quadros também são conhecidos como pedra porque ficam em uma lousa enorme. Essas também foram substituídas por grandes painéis eletrônicos. Tanto a versão antiga quanto a eletrônica mostravam as variações de preços das ações.

A ferramenta de análise era utilizada nos próprios locais de negociação das ações. Os quadros de cotações também costumavam vir em jornais impressos quando esse era o tipo de veículo midiático principal para envio das comunicações muitas vezes.

Gráficos

Esses gráficos são ferramentas muito importantes para obtenção de dados analisados. Na época anterior ao surgimento da Internet, havia formas mais comuns de análise gráfica como:

  • Gráfico de linha simples.
  • Ponto & figura.
  • Outros gráficos de caráter preditivo.

Aplicabilidade da análise gráfica e incerteza

Em qualquer modalidade de análise, tanto a técnica, quanto a fundamentalista, haverá fatores que levarão a um grau de incerteza. A oscilação dos mercados faz até esses altos e baixos serem naturais. No entanto, será importante não confundir previsões de certeza com as análises de probabilidade.

A análise gráfica serve para indicar as probabilidades de sucesso de uma decisão de compra e venda de ações. Uma outra hipótese que precisa ser analisada será a aplicação da técnica nos contextos certos. O investidor precisa estar também intelectualmente preparado para analisar os dados que forem colhidos.

Sobre os índices futuros

O investimento em ações, apesar de ser considerado de alto risco e ideal para empreendimentos financeiros a curto prazo também pode ser usado como método para longos prazos. O importante é se lembrar de que as estratégias a longo prazo precisam ser aliadas a uma boa estratégia de gestão de risco.

Eficiência

A eficiência no mercado geralmente está associada a exclusão de três fatores fundamentais:

  • Incerteza sobre os resultados do investimento.
  • Perdas financeiras relacionadas às ações compradas ou vendidas.
  • Erro relacionado às decisões de investir.

Os fundamentos da análise técnica e seus principais conceitos

A análise técnica é bastante utilizada no mercado financeiro em função da análise da oscilação de preços. Como falamos acima, a base de todos os gráficos e tabelas de análise técnica é toda baseada na relação de demanda e oferta no mercado de ações.

Por exemplo, de acordo com algumas teorias importantes que baseiam essas análises (como a Teoria de Dow, por exemplo) o preço de ativos refletirá a reação do mercado. Todas as informações, de acordo com essa teoria estarão refletidas no preço das ações. Ou seja, a análise técnica tem o objetivo de gerar lucro através da identificação das melhores ações e pontos para compra e venda durante a atuação no mercado financeiro.

Os padrões estatísticos são como fotografias comportamentais para determinado momento. Dessa forma podemos considerar a análise técnica como uma forma de heurística para utilização em mercados financeiros. Você provavelmente já ouviu o jargão de que a história tende a se repetir. Isso pode valer também para comportamentos no mercado de ações que podem se movimentar de forma cíclica e bastante identificável.

A intenção não é adivinhar os preços e sim analisar as tendências

A função da análise técnica é a de ser uma técnica de identificação de padrões e também de traçamento de tendências que podem gerar determinadas expectativas.

As variáveis psicológicas como a confiança, a euforia, o pânico ou o desgaste de determinados mercados podem ser analisados sob a ótica da análise técnica de ações. Além de ser uma técnica amplamente utilizada, ela é muito eficaz para basear a visualização de tendências.

A análise técnica permite que o investidor maximize seus lucros

Basicamente, os gráficos produzidos durante a análise serão um patamar importante para permitir decisões com sabedoria. Os dados permitem que o investidor mais consciente, além de permitir que essas decisões sejam baseadas em tendências. Os riscos serão consequentemente minimizados também porque há a possibilidade de obter informações importantes através das análises.

A grande maioria das aplicações de análise gráfica para o mercado de ações atualmente vem dessa Teoria. Portanto, vamos analisar com mais cuidado essa teoria que indica uma repetição histórica de ciclos no mercado financeiro. Na realidade, essa técnica de análise de movimentos históricos repetitivos é usada em muitas outras áreas porque prova-se eficaz e muito realista.

Mais sobre a Teoria de Dow

A grande maioria das aplicações de análise gráfica para o mercado de ações atualmente vem dessa hipótese. Portanto, vamos analisar com mais cuidado essa teoria que indica uma repetição histórica de ciclos no mercado financeiro. Na realidade, essa técnica de análise de movimentos históricos repetitivos é usada em muitas outras áreas porque prova-se eficaz e muito realista.

Para realizar a análise através da Teoria de Dow, você precisará fazer a verificação de alguns dados. Vejamos abaixo quais são:

  • Índices da Bolsa de Valores como o IBOV da BM&FBOVESPA. Eles refletem o mercado porque a alta ou baixa fica representada no índice. Isso será importante por exemplo quando uma queda atingir diversos ativos nos quais você esteja interessado.
  • Confirmação dos índices e médias uns pelos outros. Apesar da tendência de mercado ser confirmada pelo índice mais abrangente, será necessário analisar todos para confirmar.
  • O volume também precisa confirmar as tendências. Durante as tendências de alta, o volume consequentemente aumenta. Ao contrário, em períodos de baixa o volume reduzirá também consequentemente.
  • Uma tendência continuará daquela maneira desde que não haja sinais de reversão. Mais adiante falaremos também como poderemos analisar essas tendências através de gráficos chamados candles.
  • As tendências primárias devem seguir 3 fases: a fase da acumulação, participação pública e distribuição.
  • O mercado dispõe de 3 tendências: a primária, secundária que indicam altas e baixas ao longo de um período e, por fim, a terciária formando-se entre as tendências secundárias.

Agora que você conhece as observações de Dow

Na análise técnica, os fundamentos são 3 mais especificamente. Esses são muito importantes para a análise de preços. Vejamos adiante uma breve explicação sobre os 3 fundamentos.

As movimentações do mercado descontam tudo

Na realidade, o que afeta o valor de uma ação será descontado refletindo automaticamente no próprio ativo. Acima de tudo o investidor precisa estar atento ao preço da ação, independentemente de questões políticas, fatores psicológicos ou mesmo notícias veiculadas pela mídia.

Os preços oscilam de acordo com tendências

O investidor que é capaz de descobrir essas tendências através da técnica de análise será capaz de tomar decisões ideais para seus ativos. Neste fundamento, o investidor precisará estudar bem as questões das tendências primárias, secundárias e terciárias para pautar suas decisões.

O princípio cíclico da história

Nesses casos, a situação psicológica e flutuações do mercado que estão ligadas a fatores sociais são dados muito importantes. E se uma tendência ocorreu realmente durante um período no passado a grande probabilidade é a de que haja a realização novamente.

Diferença entre análise técnica e análise fundamental

Para verificarmos as diferenças principais entre as duas técnicas é importante simplificamos o conceito de uma e de outra. A análise técnica foca-se nas movimentações de preço, em gráficos e possibilidades de oscilações futuras nos valores dos ativos.

Já a análise fundamentalista usa demonstrativos e outras técnicas mais complexas para analisar a saúde financeira de uma empresa. Portanto a análise fundamentalista será realmente voltada para lucratividade que se deseja obter a longo prazo. Aliás é uma análise bem mais voltada para as próprias empresas e por isso serve mais para períodos em que se verifica a estabilidade da companhia.

Resumindo

A análise técnica é ideal para investimentos a curto prazo, já a análise fundamentalista visa as ações que possuem potencial de lucratividade a longo prazo.

Aprenda a usar os gráficos de análise técnica

Primeiramente, entenda uma coisa: o gráfico é uma representação das oscilações e características de um determinado ativo na bolsa. O investidor precisa ter uma mínima preparação intelectual para conseguir fazer a análise dos dados ao visualizar o gráfico.

Isso será muito importante para que você tenha essa consciência de forma a compreender devidamente o gráfico de análise técnica. Com certeza, sem o devido entendimento será impossível tomar as decisões adequadas.

Haverá dados com informações mais avançadas

Por isso será importante que você aprenda a analisar os gráficos mais básicos. Por exemplo, como previsões sobre o cenário mais provável, índices do dólar e sua influência sobre o preço das ações, etc. Há também outras linhas de compra e venda, swing trade ou day trade que podem ser utilizados para suporte das decisões também.

Tanto a análise fundamentalista quanto a técnica representam formas de analisar a realidade do mercado de ações. Isso será muito importante para que o investidor baseie seus investimentos e formule estratégias bem elaboradas.

Muitos especialistas em técnica de mercado de ações indicam que a análise técnica é mais adequada na previsão de quando o preço de uma ação pode subir. Além de se manterem ou diminuírem, isso permite que o acionista também elabore suas estratégias com bastante assertividade.

Para investir na bolsa, devo escolher a análise fundamentalista ou técnica?

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre a escolha de um método de análise. O conselho que temos a oferecer a qualquer investidor em ações, independentemente de serem iniciantes ou mais experientes é que você se prepare adequadamente para poder realizar as duas coisas. Caso queira realmente entrar de cabeça no mundo dos traders, esteja certo de que você precisa do conhecimento sobre como coletar dados e analisá-los em ambos os tipos de análise.

Quando se começa a ganhar é impossível querer parar

De certa forma os investimentos em ações funcionam como um jogo e muitas pessoas acabam ficando viciadas quando começam a passar as fases de um game não é mesmo? Só que com o mercado de ações a situação fica um pouco mais séria porque envolve sua vida financeira e uma vez que você aprende a ganhar dinheiro com ações e a investir, com certeza você desejará elaborar estratégias cada vez mais eficazes.

Por isso muitos investidores profissionais acabam aprendendo formas e métodos de análise cada vez mais sofisticados. Muitos acabam enveredando-se pelos estudos estatísticos específicos para análise nas bolsas de valores. Portanto, quanto mais embasamento teórico e técnico você tiver melhor.

O ideal para quem quiser viver de Bolsa

Realmente para a pessoa que deseja viver da Bolsa de valores, aprendendo como investir adequadamente precisará conhecer ambos os tipos de análise. Há também empreendedores que estudam muito sobre como entender a diferença entre ambos os tipos de análise de forma bastante prática.

A mais utilizada será a técnica

Como a análise técnica é muito boa para analisar as possibilidades de lucro a curto prazo ela será utilizada com mais frequência. Aliás, essa é a modalidade de análise mais usada pelos traders no mundo todo porque o mercado de ações tem um perfil mais especulativo.

Afinal as oscilações de preços ocorrem através de interferências nos preços e nas ofertas de ações em determinado período de tempo. A curto prazo o investidor fará análises sobre previsões de movimentações de semanas e até mesmo de horas. Isso é muito útil para os traders profissionais porque permite realmente verificar a reação dos investidores.

Além disso, se você quer lucrar a curto prazo com ações na bolsa de valores, você precisará estabelecer estratégias adequadas de análise técnica e saber como tomar decisões com esse tipo de análise. Os preços considerados serão o que realmente importa no momento de realizar a compra ou a venda de ações para lucrar a curto prazo. Normalmente, o gráfico será mostrado como forma de ver as variações através de 2 tipos de análise técnica.

Escala logarítmica

Ela é bastante comum porque são bastante interferentes com investimentos no mercado financeiro porque os valores são apresentados numa quantidade percentual. Isso permite que o investidor saiba quanto dinheiro ganhou ou perdeu durante o período no qual tem interesse.

Escala Aritmética

Essa escala mede os resultados de um para um, ou seja, se você comprou uma determinada ação por 2 reais e ela subiu para 4 reais significa que houve um ganho de 100%. Essa escala é muito boa para verificação de quanto o investidor ganhou ou perdeu na prática.

A diferença entre uma e outra

Ao analisar uma escala aritmética você verá que as perdas poderão parecer menores em relação à realidade. Ao ver uma escala logarítmica você poderá analisar claramente como uma ação se acentuou. Porém ambas serão muito importantes para que você realize a interpretação dos dados.

Como utilizar os gráficos e indicadores na análise técnica?

Para utilizar os gráficos e indicadores você precisará de aprender técnicas de interpretação de dados estatísticos. Além de um pouco de lógica que será fundamental para que você possa traçar suas estratégias de investimento.

Utilize as escalas aritmética e logarítmica para realizar suas análises. Elas serão importantes para que você possa verificar seus resultados. Um gráfico, por exemplo, com perspectivas de ganhos em determinado tipo de ação pode indicar um crescimento e o favorecimento para fazer investimentos nessa área.

Haverá diversos tipos de gráficos sobre os quais discutiremos mais adiante, mas essas informações precisam ser adequadamente interpretadas para que você consiga de fato tomar decisões lucrativas. Muitas vezes, uma dose de intuição será necessária porque nem sempre uma tendência de subida nos preços significa que aquela empresa será uma boa opção de investimento. O contrário também é válido, há empresas que podem apresentar um período de baixa e isso significar uma oportunidade de lucratividade para um futuro próximo.

Ou seja, nenhuma tendência é definitiva ou eterna, poderá haver diversos fatores que influenciam indiretamente ou diretamente nesse jogo. Quando um investidor identifica as tendências de alta será necessário fazer a correta interpretação através de um indicador que identifique as oscilações de preços.

A inteligência artificial já é usada para ajudar na interpretação dos dados

Já há no mercado tanto programa que oferecem algoritmos de interpretação de dados a partir de indicadores e gráficos com inteligência artificial. Muitas vezes esses sistemas são comprados por traders profissionais para ajudá-los na análise e interpretação do mercado de ações de forma automatizada.

Essa é uma opção que ganha cada vez mais espaço no mercado de ações juntamente com os sistemas de Home Broker. A tendência de operar de forma automatizada vem acompanhada com o desenvolvimento da tecnologia e promete ter chegado para ficar. Esses métodos podem ser de grande auxílio para a avaliação de tendências e oportunidades de investimento, porém o investidor que deseja trabalhar adequadamente e tomar decisões lucrativas deve também usar sua própria sabedoria para tomar a decisão. Nem sempre a inteligência artificial conseguirá fazer a indicação com base em fatores mais subjetivos que exigem uma tomada de decisões a partir de bases mais complexas.

Algumas vantagens de operar de forma automatizada

  • As análises automatizadas permite que o trader opere com mais de um ativo.
  • Se uma pessoa utilizar sempre a mesma técnica, ela poderá tirar proveito da automatização para fazer suas operações.
  • Quando o trader que tomar uma decisão mais baseada em lógica e menos na subjetividade, pode-se usar a automatização também como opção útil.
  • Será possível ter mais consistência através de estratégias constantes.

A automatização através de inteligência artificial é feita com robôs que visam facilitar a vida de um investidor. Isso significa que você não precisará necessariamente passar o dia acompanhando o pregão da Bolsa de Valores para tomar decisões. Porém, mesmo que você tenha uma boa automatização à disposição será necessário que você tenha a sabedoria para operar dessa forma.

Termos gráficos e indicadores: linhas de tendências, candlestick, gaps, volume, média de mudança, suporte e resistência. Como utilizar esses indicadores e essas técnicas.

Agora vejamos como funciona a análise técnica de ações na forma prática. Além dos gráficos de linhas de tendência, candlestick, gaps e volumes vamos verificar também outros que são menos comuns mas também são utilizados para aplicação da análise técnica.

Veremos adiante detalhadamente sobre cada um desses indicadores e gráficos. Além disso, também entenderemos brevemente como interpretar cada tipo de indicador e gráfico dos mais importantes a serem usados pelos traders.

Linhas de tendência

Para as linhas de tendência, o investidor deverá analisar dois tipos:

  • Linha de tendência de alta (Bullish).
  • Linha de tendência de baixa (Bearish).

Agora nós vamos ver os conceitos e o funcionamento dessas linhas de tendência no mercado financeira com mais cuidado.

Bullish

Essas linhas se formarão no gráfico quando a intenção de compra no mercado de ações for bem alta. Resumidamente, que mais investidores estarão buscando a aquisição daquele ativo e isso consequentemente aumentará a demanda. Um resultado direto desse tipo de tendência é a alta no preço do ativo.

Os investidores que desejarem vender ações a um preço alto e obterem lucratividade a partir disso devem ficar atentos a esse tipo de tendência. Essas tendências de alta são visualizadas no gráfico e aparecem como picos durante a linha de tempo.

Bearish

Também podem ser chamadas de linhas de tendência de alta. Ela pode ser verificada através da presença de uma grande quantidade de vendedores no mercado. Isso fará o preço da ação cair, formando tendência de baixa. Essas linhas de tendência são úteis quando os investidores quiserem comprar ações a um preço menor, por isso devem estar atentos às oscilações no gráfico.

O termo bearish é uma referência a ursos, ou seja, "bear" na língua inglesa. Os ursos costumam atacar suas presas de cima para baixo, por isso muitos usam a expressão "touros versus ursos" em referência à bolsa de valores.

Candlestick

Esse tipo de análise técnica é realizado através da verificação de padrões. Muitos o consideram como um reflexo da psicologia do mercado porque reflete as atitudes mercado. O termo candlestick também indica o tipo de padrão verificado porque os elementos no gráfico ficam representados através de uma figura que lembra muito uma vela.

Histórico

Essa técnica de análise gráfica se adequa muito bem para verificação de oscilações futuras dos preços. Ela foi criada no Japão, nos mercados de arroz precursores das atuais Bolsas de Valores. Os japoneses desenvolveram esse método para análise de preços de arroz em contratos futuros. Como naquela época o arroz era a representação da riqueza, os fazendeiros produziam um cupom representativo do valor da saca, por exemplo.

O termo candlestick foi passado como a forma ocidentalizada pelo americano Steve Nison para Wall Street. O candlestick é formado graficamente pela variação de preços de determinados ativos. Vejamos adiante como interpretar esse tipo de análise:

  • Preço de abertura que representa a primeira venda do intervalo estudado.
  • Valor de fechamento que basicamente é o último preço do período de tempo analisado.
  • Preço máximo que será representado pelo pico na sombra superior do gráfico de vela.
  • Preço mínimo que estará representado na sombra inferior da figura.

Sobre os intervalos

Eles serão de acordo com a grandeza da análise que o investidor desejar efetuar. Suponhamos que você queira analisar um gráfico candlestick durante um dia, há investidores que fazem o intraday através desse tipo de indicador. Os gráficos candle podem apontar para estratégias de tempo diferentes. Vejamos os intervalos de tempo mais comuns:

  • Swing trade: intervalo de 30 minutos a um dia.
  • Day trade: intervalo de 1 minuto até 30 minutos.
  • Hold: concernente a um intervalo de 1 dia até uma semana.

Vamos analisar as estruturas candle em suas variações

  • Quando estiver sem corpo e com sombra (doji) significa que o preço da abertura será idêntico ao do fechamento. Porém, haverá uma diferença entre o menor preço da ação.
  • Se estiver com corpo e sem sombra será porque o preço de abertura foi diferente ao do fechamento.
  • Se o candlestick tiver com corpo e com sombra significa que o preço de abertura está diferente do preço de fechamento. No entanto, haverá uma diferença entre os preços, tanto o menor quanto o maior em relação aos valores de fechamento.

Os tipos de doji

  • O tipo long legged.
  • Neutro.
  • Gravestone.
  • Dragonfly.

A indecisão será a chave para a correta interpretação do doji porque não dá para saber com certeza se uma ação vai subir ou descer. Além disso, esse tipo de interpretação visa analisar as tendências passadas refletindo o padrão de um determinado período de tempo. Cada tipo de doji pode indicar por exemplo uma queda, uma manutenção da simetria ou uma indecisão maior do mercado.

Gaps

Os gaps são, na realidade, faixas de preço sem negociação entre extremidades para duas sessões em sequência. Podendo ser ocasionado por uma expectativa excessiva de alta ou baixa durante a abertura de uma sessão. No caso dos gaps há duas diferenças:

Gaps de alta

Esses gaps são espaços abertos entre a mínima de uma candle posterior e a máxima de uma lei anterior. Esse indicador refletirá o comportamento dos compradores que esperam que uma determinada ação suba antes da abertura do pregão. Esse tipo de gap indica uma maior pressão compradora oferecendo um ponto bastante interessante para que o acionista faça uma parada na compra ou determinar um ponto de interesse para alguém que deseja fazer uma venda lucrativa.

Gap de baixa

Esse gap representa um espaço aberto entre a mínima e a máxima de duas candles consecutivas. Normalmente a expectativa de uma baixa futura leva os investidores a colocarem a ação à disposição no mercado de ações. Ou seja, quando há expectativa de venda a um valor mínimo do que o que foi fechado no dia anterior.

Volume

Esses indicadores em função de volume apontam tendências de oscilações de preço com grande relevância no mercado. Ele é capaz de verificar também a força dos compradores e dos vendedores, quanto vai entrar e quanto vai sair. Vejamos adiante os tipos de volumes que os analistas aplicam para fazer a análise.

On Balance Volume

Também conhecido pela sigla OBV serve para analisar a força de uma tendência, identificar reversão, conseguir visualizar novas tendências. A fórmula utilizada determina a força da pressão de venda e compra de uma determinada ação.

Acumulação e Distribuição

Também conhecido como ADL sigla para Accumulation Distribution Line, é um dos principais indicadores utilizados pela análise técnica. Ele definirá a relação entre oferta e demanda em relação a uma ação. Esse indicador também definirá se o ativo em análise teve alguma tendência de oscilação no mercado financeiro.

Média de mudança

A média de mudança pode ser feita através do cálculo estatístico simples a partir de um período de tempo inicial e um final. Esse tipo de média permitirá que o investidor faça suas análises também sobre tendências mais adequadas para um processo decisório.

Suporte e resistência

Os níveis de suporte e resistência são fundamentais para operação no mercado financeiro. Esses níveis demarcarão quais os limites de negociação entre duas moedas. O nível de resistência é considerado um nível acima daquilo que seria o topo para que o preço de troca entre o par de moedas seja trocado.

Ao contrário disso, o nível de suporte seria uma forma de piso que também serviria para desacelerar a queda do preço. Sempre a possibilidade de reversão de uma ação que esteja no piso para um patamar mais adequado é sempre mais provável.

As mínimas e máximas de oscilação

Basicamente uma máxima seria o ponto máximo do movimento em um gráfico e a mínima o ponto mais baixo. O preço se movimenta em ondas que podem ser verificadas através do traçamento de eixos que cruzam a tempo analisado e os graus de preços através dos vértices X e Y. Quanto maior o grau de reversão, por exemplo, mais forte será o nível da probabilidade da reversão.

Como utilizar esses indicadores e essas técnicas

Ao utilizar grande parte dos indicadores e técnicas demonstrados aqui, você precisará saber como interpretar os dados minimamente. Será ideal que você também obtenha boas interpretações de mínimas e máximas para poder traçar suas estratégias.

Uma dica importante

Estude análise de gráficos, mesmo que de forma simples através de sites na Internet. Será de fundamental importância para que você tenha autonomia nas suas decisões e possa também se responsabilizar por elas. É muito importante que você se acostume com diferentes tipos de gráficos para que possa interpretar as tendências de forma completa.

Outras opções de indicadores

Stops

Esses indicadores são considerados essenciais para qualquer operador na bolsa. Os stops também são especificamente elaborados em função dos ganhos a curto prazo. Há dois tipos de stops que são utilizados atualmente para análise de investimentos na bolsa de valores.

Stop de perda

Esse indicador também é conhecido como stop loss e define um valor máximo de perda para tolerância do investidor. Será consequentemente possível definir uma posição perdedora e que o acionista busque compensação pelas perdas de um ativo. Na realidade ele não é somente definido pelo valor que o investidor permite perder, é uma operação que permite também traçar stops de perda semanais e até mesmo diários.

Stop de ganho

A principal função desse indicador é evitar perdas através de investimentos errados. Se um investidor busca operar na bolsa e conseguir 10% de lucro, após ter conseguido isso você sai da operação. Os stops de ganhos podem ser metas percentuais ou reais, em pontos, etc.

Indicadores de volatilidade

Esses também são baseados em preços recentes determinando o que podemos esperar para as oscilações de preços. Vejamos alguns exemplos de indicadores de volatilidade.

  • Canais de Keltner, ferramentas poderosas de análise técnica desenvolvida nos anos 60.
  • O indicador de canais de preço tem uma utilização bastante simples com linhas posicionadas para cima e abaixo de um determinado ativo.
  • ATR - (Average True Rate) que é a média de amplitude de variação e a volatilidade do mercado.
  • Bandas de Bollinger também são amplamente utilizados na análise técnica. Sendo muito úteis ao investidor para verificar níveis de preço, além da valorização e desvalorização de ações no mercado. Eles indicam sinais de fundo em W ou topo em forma de M.

Indicadores de tendência que também são interessantes

Será ideal que o investidor iniciante consiga analisar médias, porém conforme seu grau de confiança e conhecimento aumenta também é importante que você saiba bons indicadores de tendência. Isso lhe ajudará a realizar previsões mais confiáveis para realização de seus investimentos.

  • O SAR parabólico é capaz de alertar sobre reversões em uma determinada tendência.
  • MACD de Convergência / Divergência, esse é um dos mais fáceis e eficazes indicadores de tendência disponíveis ao investidor.
  • A força da tendência pode ser verificada através do Índice de Movimento Direcional.
  • O Aroon é um indicador que demonstra a oscilação de movimento para identificar o potencial de formação de tendências novas. Além disso ele serve para sinalizar reversões possíveis.

Indicadores de momento

Os indicadores de momento indicam a velocidade de transição dos preços. Eles também são excelentes para apontamento de momentos de sobrecompras ou sobrevendas. Vejamos adiante alguns dos indicadores desse tipo:

  • O indicador Momentum permite que os investidores identifiquem os sinais do mercado rapidamente.
  • Oscilador Estocástico é um indicador técnico que mostra a relação entre preço do fechamento e máximas e mínimas durante um período de tempo.
  • O TRIX na análise técnica ajuda a determinar a força de determinada tendência e, claro, ajudar o investidor estabelecer os melhores momentos para investir ou fazer determinadas vendas.
  • O Williams %R é um indicador de momento comparando o preço de fechamento com relação à média de valores da ação em determinado momento escolhido.
  • IFR ou Indicador de Força Relativa permite que o investidor analise o enfraquecimento de determinada tendência e até mesmo a indicação de um rompimento no suporte e na resistência previamente ao acontecimento.

Conclusão

Este texto ofereceu um guia completo, tanto para iniciantes no mercado de ações quanto para pessoas mais experientes. Falamos sobre todos os indicadores e tipos de gráficos para serem analisados. Além disso, demonstramos como um investidor poderá avaliar gráficos e indicadores da melhor maneira possível.

Você gostou deste guia prático e completo sobre a análise técnica ou análise gráfica? Não se esqueça de deixar o seu like e compartilhar com todos as importantes informações expostas aqui!

Esse artigo foi útil?